Brincar é coisa séria: Uma análise das atividades da Brinquedoteca Paulo Freire-BA, UNEB – Campus I.

Em andamento
Orientação: Lynn Alves
Mestranda: Alayde Lopes Sarno Carvalho

Brincar é tão essencial quanto qualquer outra atividade de formação humana. Através do brincar múltiplas aprendizagens estão sendo desenvolvidas, além de diversas capacidades e habilidades, na medida em que a atividade lúdica é descortinada. As brinquedotecas surgiram como um marco legitimador e histórico da importância do brincar para as crianças e é um espaço destinado para o favorecimento das brincadeiras, da imaginação, criação e socialização, entretanto, não pode deixar de ser um espaço pedagógico e por isso, algumas atividades necessitam de mediações. Essa pesquisa foi delineada pela abordagem qualitativa utilizando o estudo de caso como estratégia metodológica, objetivando: Identificar as ações pedagógicas praticadas na brinquedoteca Paulo Freire, inclusive com a mediação das tecnologias digitais e telemáticas, visando oportunizar o aprendizado através do brincar. Diante deste cenário, está pesquisa questiona: “Como estão sendo desenvolvidas as atividades pedagógicas na brinquedoteca Paulo Freire, especialmente, as mediadas pelas tecnologias digitais e telemáticas?”.